terça-feira, 11 de abril de 2017

|| Conversas de almofada

Estou ao teu lado mas é como se não estivesse. Não por te amar menos, que isso é coisa impossível de ser, mas hoje estou ferida.
"É parvoíce" dirias tu se me visses chorar agora.
Aprende que nenhuma mágoa, por mais pequena que seja, é parvoíce, porque cada coração tem a sua própria forma de ser e sentir, só temos que aceitar e tentar compreender. O amor também é isto, sabes?

"Que falta de respeito". A mim o que me falta é a noção do tempo porque todos os minutos em frente ao espelho são movidos pelo respeito e pelo amor que te tenho.

Eu só quis ficar bonita pra ti.

"Eu estava a brincar contigo...". Não, não estavas a brincar. Eu vi nos teus olhos. Já os conheço há tempo que me baste para saber.

"Ou isso ou estás com a consciência pesada". Custa-te tanto assumir quando estás mal... É mais fácil tentar encontrar culpas no outro.

"Estás toda chateada". Não, só estou triste e magoada. Só estou a sentir-me desvalorizada.

Mas para ti é pouco para justificar a minha expressão fechada.

O James está no teu tablet a cantar-me " Cavalier". É o único que me ouve e não sabe.

Respiras fundo no meio do teu sono pesado, como se nada te incomodasse, como se estivesse tudo bem. "Os homens são todos iguais", digo baixinho, mas depois olho para trás e lembro-me que não.

Viro-me de costas para ti e aninho-me. Só queria um pedido de desculpas.
Não que isso apague o facto de ter querido tanto sairmos para um gelado e conversarmos um bocadinho, como tanto gostamos de fazer, e afinal ter acabado a noite sentada num carro a sentir-me uma merda e ter que segurar os meus olhos entupidos de água enquanto fazias scroll no teu Facebook.

Um pedido de desculpas é uma janela que se abre de frente para o "felizes para sempre".

Espero que sonhes com coisas lindas com que valha a pena ser-se feliz, que possas voar longe e ver as maravilhas de um sono que jamais se perde comigo. Amanhã quando acordares será apenas mais um dia normal pra ti, nada se passou, tudo estará no mesmo lugar. Bendito reset.

Vou fechar os olhos com força. Talvez o sono me venha de mão dada com a exaustão e me traga na algibeira um abraço e os olhos me fiquem menos tristes.

Sonhos felizes.






1 comentário:

  1. Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar